dieta ortomolecular

Dieta Ortomolecular – O Que é, Alimentos Permitidos e Proibidos

A dieta ortomolecular é uma das dietas mais saudáveis e naturais foi desenvolvida pelo médico e químico americano Linus Pauling com a intenção de restaurar o equilíbrio molecular e devolver a saúde orgânica de cada pessoa, feita através de um estudo pessoa e completamente individual.

Através de exames de saúde e dos fios de cabelos, são analisadas as deficiências de vitaminas e aminoácidos e após a análise, uma dieta específica é indicada.

Conhecida como a dieta dos famosos por ser bem usual entre eles produz resultado rápido sem afetar a saúde do organismo, pois privilegia os alimentos naturais, crus ou cozidos no vapor, em detrimento aos industrializados.

Além disso, não proíbe nem restringe grupos de alimentos, o que geralmente torna uma dieta difícil e triste para ser seguida. É uma dieta que pode ser seguida, sem problema, por dias, semanas ou pela vida toda, uma vez que é feita de legumes, frutas e verduras, além de carnes com pouca gordura.

A seguir, uma lista dos alimentos permitidos e proibidos na Dieta Ortomolecular:

Alimentos Proibidos

  • Açúcar industrializado
  • Leite de vaca
  • Manteiga e margarina
  • Carne vermelha com muita gordura.
  • Ovos
  • Todos os alimentos industrializados, como sopas em pó, enlatados, sucos de caixas, caldo de carne.
  • Farinhas brancas.
  • Adoçante dietético
  • Álcool.
  • Refrigerantes

Alimentos Permitidos

  • Todos os legumes, frutas, verduras, desde que sejam frescos. De preferência, livres de agrotóxicos.
  • Carne de frango, apenas orgânico.
  • Peixes.
  • Cereais variados
  • Castanhas, amêndoas, nozes.
  • Farináceos, apenas os não brancos e não refinados.
  • Arroz e macarrão, apenas os integrais.

Vantagens da Dieta Ortomolecular

A Dieta Ortomolecular é extremamente saudável, não oferece nenhum risco por não restringir alimentos. Os alimentos excluídos são, na verdade, os que mais prejudicam a saúde humana e os que contribuem para a obesidade.

Veja também: Dieta do Mediterrâneo

Para compor corretamente as refeições, é importante se ater à pequenos detalhes que muitas vezes deixamos de lado, como por exemplo, cozinhar pouco os vegetais para preservar suas vitaminas, não consumir nada que esteja na geladeira há mais de três dias, controlar a quantidade do que se come em cada refeição (não muito pouco e não muito em cada uma), comer devagar e não tomar líquidos meia hora antes, durante ou meia hora depois de cada refeição.

Aqui vale também resgatar um hábito que perdemos: sentarmos à mesa com calma e apreciar cada garfada de alimento. Comer com pressa engorda e faz mal!

Para continuar seguindo dentro da dieta, é preciso que o médico ortomolecular esteja sempre acompanhando, inclusive através de exames periódicos para medir o nível de desgaste de vitaminas e sais minerais, o que já é uma garantia segura de que a dieta será sempre eficiente e segura.

Feita sob medida, vai identificar qual a real necessidade de cada organismo e favorecer o perfeito equilíbrio e restabelecimento da sua saúde, inclusive para a beleza física de cabelos, peles e unhas.

dieta ortomolecular

Desvantagem da Dieta Ortomolecular:

É cara! Os alimentos orgânicos, legumes, verduras e as aves, são produtos bem acima do preço normal de mercado, o que pode abalar um pouco a saúde, dessa vez, a financeira.

Outra controvérsia sobre a dieta ortomolecular diz respeito aos suplementos vitamínicos receitados, que devem ser tomados (fórmulas manipuladas) diariamente, uma vez que não há resultados científicos que comprovem a eficiência deles, apesar de que o excesso de vitaminas, quando tomados sem acompanhamento periódico através de exames para confirmar se há exagero sobrecarregando órgãos como fígado e pâncreas, pode provocar sobrecarga no sistema urinário, afetando os rins de forma perigosa.

Essa dieta tem um diferencial que atrai muitas pessoas em comparação com as outras: seu plano individual fornece muita energia, privilegia a beleza física (a maior parte dos alimentos são antioxidantes, que previnem e retardam o envelhecimento) e é possível perder até 1,5 kg por semana. Claro, basta ter disciplina e consciência.